A raclete é um prato típico suiço, à base do queijo homônimo.

Assim como o fondue, a raclette é um prato perfeito para o inverno, também para ser saboreado como um ritual, sem pressa, na companhia de amigos e boas garrafas de vinho.

.

Modo de preparação

De preferência escolha queijos do tipo suiço – gruyére, emmental, maasdam, raclette – mas também pode usar outros.
Os acompanhamentos também podem variar, mas o clássico é mesmo com batata, pickles e alguns tipos de frios, geralmente os mais puxados na gordura.

  1. Lave as batatas (média), com casca e tudo e coza-as num pouco de sal (lembre-se que a maioria dos queijos já são salgados).
  2. Depois, é só embrulhar no papel alumínio e deixar na parte de cima da racletteira.
  3. Cada um serve-se de uma batata (mais ou menos 2 por pessoa) e vai-se montando com a sua combinação de queijos.
  4. Leva-se o queijo  à racleteira, derrete e arrasta-se para o prato, e põe-se em cima da batata.
  5. O queijo é a estrela da raclette, por isso é bom esmerar-se.
  6. Se não encontrar o queijo raclete, não hesite em fazer outras combinações.
  7. Mas lembre-se: dê preferência aos queijos que derretem bem.
  8. Faça uma picanha no gril que acompanha muito bem neste prato.
  9. Providencie também alguns frios – salame, presunto, salsichas, cogumelos, pickles, são perfeitos.
  10. Os frios vão na montagem das pás de queijo ou, se preferir, direto no prato.
  11. Não esqueça do pão. É fundamental na raclete!

Bom proveito!

Assim não se esqueça uma boa companhia e um vinho reserva garantem uma noite inesquecível cheia de boa disposição.

É tudo o que precisa para ter uma noite maravilhosa!

VN:F [1.9.22_1171]
Resultado: 5.0/5 (1 gosto)