Truques e dicas para cozer a vapor

alimentos-vapor

Cozinhar a vapor: confira as vantagens e os utensílios que podem ser usados.

Cozer a vapor é muito utilizado na cozinha oriental e, cada vez mais, aclamado pelos adeptos da cozinha saudável.

O vapor dá maciez aos alimentos. E tem vantagens como a economia de espaço, além de preservar os nutrientes.

.

Cozer legumes a vapor

Um cesto de cozer a vapor facilita a tarefa de levantar os legumes para os escorrer. A água deve estar quase a ferver e não em ebulição forte quando juntar os legumes. Não junte sal pois pode descorar os legumes e retirar-lhes a humidade. Quando os legumes estão tenros, retire o cesto; refresque sob água fria corrente, volte a aquecer e tempere. Os espargos são cozidos na vertical para que os caules grossos cozinhem em água a fervilhar enquanto as pontas mais tenras cozem suavemente em vapor por cima. Existem utensílios específicos para cozer espargos desta forma. Como alternativa, cozinhe os caules na horizontal numa panela funda de saltear.

Cozer mexilhões a vapor

Ao contrário de outros mariscos, os mexilhões são cozidos directamente num líquido aromatizado – normalmente vinho branco com ervas. Depois do líquido de cozedura estar quente, juntam-se os mexilhões limpos e bem fechados e deixa-se cozer. Abrirão depois de cozidos em vapor e podem ser servidos juntamente com o líquido em que cozeram depois de coado e reduzido.

Cozer peixe a vapor

Não há forma melhor de cozinhar peixe delicado – cozer a vapor é indicado para peixes inteiros, bifes e filetes, bem como para vieiras e camarão. Também conserva a cor de certos peixes, como a castanhola. Use um caldo aromatizado, como court bouillon ou junte temperos mais robustos como cebolinhas-verdes e gengibre à água de cozer. Se usar um recipiente para cozer a vapor convencional, disponha o peixe numa só camada no cesto; estará cozido quando ficar opaco e a carne estiver húmida e tenra quando espetada com um garfo. Se usar um recipiente de bambu e um wok, pode juntar mais aromatizantes ao peixe, tais como cebolinhas-verdes e cenouras, que podem ser servidas como acompanhamento.

Cozer pudins a vapor

Várias sobremesas tradicionais são cozidas a vapor, sendo a mais famosa de todas o Pudim de Natal. Cozer o pudim a vapor torna-o mais húmido, macio e pesado do que se cozido no forno. Tradicionalmente, é colocado numa bacia e coberto com papel de cera e depois papel de alumínio plissado (para deixar sair o vapor) antes de ser colocado num recipiente para cozer a vapor.

Os Utensílios de bambu para cozer a vapor

Uma opção para cozinhar a vapor é um cesto de bambu colocado numa wok – o método oriental. Pode cozinhar vários alimentos ao mesmo  tempo sobre a mesma fonte de calor. Se cozinhar num wok, deite água suficiente para tapar o fundo e deixe ferver. Por cima de uma trempe empilhe os cestos de forma a que os legumes mais firmes fiquem no fundo e os mais delicados por cima. Tape e deixe cozer a vapor até estarem tenros.

Outra forma é o steamer, uma panela  ou simplesmente um cesto destinado ao cozimento a vapor. Há também as elétricas. Além disso, tem os métodos improvisados, como utilizar a panela com escorredor de macarrão e ainda uma cuscuzeira.

cestos-bambu-vapor1

Tempo de cozedura de alguns alimentos

  • Pontas de espargos: 5-10 minutos
  • Brócolos: 8 minutos
  • Couves-de-bruxelas: 10 minutos
  • Couve: 10 minutos
  • Cenouras: 10 minutos
  • Couve-flor: 8 minutos
  • Funcho: 10 minutos
  • Feijão-verde: 8 minutos
  • Ervilhas: 2-3- minutos
  • Batatas, novas: 12 minutos
  • Espinafres:1-2 minutos
  • Abóbora/cabacinha riscada: 5 minutos
  • Filetes: 3-4 minutos Tranças: 10 minutos
  • Peixe inteiro: 6-8 minutos até 34 g (12 -15 minutos até 1 kg)
ENCONTRE A RECEITA QUE PROCURA
loading...

ESCREVA O SEU COMENTÁRIO