Os segredos do Chá

chá2

É preciso saber preparar o chá para conseguir retirar dele todo o sabor e benefícios.

Não é preciso fazer da sua preparação  um ritual como no Japão, mas ter alguns cuidados faz toda a diferença no sabor final.

Muitas variantes, só uma planta

Seja verde, preto ou branco, o chá vem sempre da mesma planta, a camellia sinensis. A diferença entre eles está apenas no grau de oxidação e processamento das folhas. Costumamos chamar chá às infusões de plantas, mas tecnicamente estas não são chás e sim tisanas.

Nem todo o chá deve ser preparado com água  fervida.Se for feito com água fervente, tanto o chá verde como o branco ganha um sabor amargo. No caso destes chás, a água deve estar entre 65ºC e 85ºC, mas se não tiver um termómetro, basta não deixar que ferva.

Não deixe repousar de mais

Deixar o chá repousar mais tempo não o vai deixar mais forte mas sim mais amargo. Se o quer mais forte, é preferível simplesmente acrescentar mais chá.

Prefira-o em folhas

Quanto menos processado e mais natural for o chá, mais benefícios tem. É que as propriedades perdem-se facilmente com a trituração das folhas, além disso, o embalamento industrial não consegue separar poeiras e bicharocos que pode ter. Em casa, guarde-o longe do calor e do sol, depreferência em frascos de vidro.

Ao natural é bom

O ideal é evitar os ‘ovos’ e outros recipientes feitos para colocar o chá. São práticos, mas não deixam as folhas abrir convenientemente e a maior parte das propriedades fica por aproveitar.

Cubra antes que fuja

Os antioxidantes, um dos principais benefícios do chá, são voláteis, o que significa que facilmente se vão com os vapores. Cubra sempre o chá enquanto este repousa.

ENCONTRE A RECEITA QUE PROCURA
loading...

ESCREVA O SEU COMENTÁRIO