Degustar vinho – tudo o que precisa saber

provar-vinho

Para a ajudar a tornar-se num especialista de vinho, vamos esclarecer aquelas dúvidas que todas temos, ou já tivemos, sobre o néctar dos deuses.

Ao comprar um vinho devo ter em atenção a data de colheita?

Sim, a data de colheita pode ser um revelador da qualidade.

Em cada década são eleitos os ‘melhores entre os melhores’, o que nos ajuda a saber quais os que tiveram uma produção excelente.

Da última década podemos destacar as colheitas de 2004 e 2007.

E o preço também é um indicador importante de qualidade?

À partida, um valor alto indica um vinho de qualidade.

Mas hoje em dia já se encontram boas produções a um preço médio, entre 4 e 5 euros.

Como devo guardá-lo em casa?

As garrafas devem ser deitadas (para a rolha se manter molhada), num local escuro e  com uma temperatura constante, entre 12 e 14 graus.

Também pode optar por um frigorífico-garrafeira com zonas de refrigeração distintas.

Na hora de o servir há algumas regras a ter?

A regra dita: primeiro os mais jovens e leves, os mais encorpados depois; os brancos, seguidos dos rosé e dos tintos.

Abra a garrafa  duas horas antes da refeição (especialmente o tinto), para o vinho ‘abrir’ e mostrar todo o seu potencial.

Há quem decante  o vinho…Para que serve esta ação?

Consiste em verter o vinho para um decanter (semelhante a um jarro ou garrafa larga), para permitir que ele ‘respire’ e ajudando-o a oxigenar e a mostrar todo o seu potencial organoléptico (destacando o aroma e sabor).

É uma técnica muito utilizada especialmente nos vinhos tintos jovens, para os tornar mais ‘macios’, e em vinhos não filtrados, aproveitando assim para os limpar de sedimentos.

Os decanters não devem ser lavados com detergente, passe-os só por água.

Se a sujidade permanecer no fundo, utilize um pouco de álcool e um escovilhão para limpar melhor.

A rolha também dá pistas sobre a qualidade do vinho?

Sim, ao abrir a garrafa verifique se a rolha se desfaz.

Se sim, deverá decantá-lo, para o limpar.

Verifique também se está húmida, o que significa que a garrafa foi guardada corretamente.

Por fim cheire a rolha, se tiver um aroma a bafio significa que o vinho está impróprio para consumo.

Que copos devo usar?

Hoje em dia existe uma grande variedade de copos, mas o ideal será optar por um modelo clássico, de pé alto, fino e incolor.

Os de vinho tinto são maiores e com uma abertura mais larga que os de branco.

Para o champanhe e espumante deve usar a flûte.

Se eu não perceber muito sobre o assunto, como devo escolher o vinho num restaurante?

Para ter a certeza de que faz a escolha certa, sem gastar muito dinheiro, olhe para o preço e peça um vinho de gama média, preferencialmente um daqueles com nome já consolidado.

Outra forma de se sair bem é dizer ao empregado: “Eu não sou de cá, que vinho da região me sugere?”

Guardei uma garrafa num local quente durante muito tempo. Devo deitá-la fora?

O mais provável é o vinho não estar bom, mas nada como ter a certeza: deixe que a garrafa atinja a temperatura indicada no contra-rótulo, abra e tire a prova dos nove.

ENCONTRE A RECEITA QUE PROCURA
loading...

ESCREVA O SEU COMENTÁRIO